GDF - Administrações Regionais

13 de novembro

Bilhete Único de Brasília

 

 

 

 

 

O cartão +Especial com Acompanhante, de acordo com a Lei Distrital nº 4.887/12 é concedido as pessoas com insuficiência renal e cardíaca crônica, portadores de câncer, de vírus HIV e de anemias congênitas (falciforme e talassemia) e coagulatórias congênitas (hemofilia) e também pessoas com deficiência física, sensorial ou mental nas condições especificadas nas Leis nº 453, de 8 de junho de 1993, nº 566, de 14 de outubro de 1993 e nº 773, de 10 de outubro de 1994.

 

Com o cartão +Especial com Acompanhante, o usuário passa a ter mais opções de lugares no transporte publico. Em 1º de setembro de 2017, foi publicada a Lei 5984/2017, que determina que todos os assentos do transporte coletivo do Distrito Federal sejam destinados prioritariamente para idosos, mulheres grávidas ou com criança de colo e pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

 

Por se tratar de uma gratuidade, os ônibus farão a identificação por biometria facial, bem como nas estações de embarque do Metrô e do BRT.